fbpx

Quando se tornar um freelancer?

Quando devo virar um freelancer? Quando é um bom momento para sair do meu emprego e me tornar o meu próprio chefe? Descubra nossa lista de coisas para fazer antes de se tornar um freelancer.

Quando devo virar um freelancer? Quando é um bom momento para sair do meu emprego e me tornar o meu próprio chefe? Descubra nossa lista de coisas para fazer antes de se tornar um freelancer.

Se esqueça do comum prós e contras – Por que você quer se tornar um freelancer? Se tem uma coisa que aprendemos conversando alguns “freelas” é que cada um tem o seu próprio motivo para se tornar um freelancer. Entender o porquê você deve se tornar um freelancer é a chave para quebrar o tradicional 9-5 e encontrar uma vida profissional que se encaixa com você.

Poucas pessoas enxergam o freelancer como um pequeno negócio. Atingir o sucesso nos negócios leva tempo e não é diferente para freelancers. Para tornar a prática de freelancer um negócio, você precisará de tempo e mergulhar de cabeça no seu novo emprego. Então, antes de se perguntar “quando devo me tornar um freelancer?”, você tem alguns outros pontos a considerar. 

Antes de se tornar um freelancer em tempo integral, você precisa se assegurar de alguns pontos. No início, a sua situação financeira pode vir a sofrer um grande impacto quando você deixar o seu emprego e vir a se tornar um autônomo, mas dinheiro não é o único grande fator a ser levado em conta. É muito importante fazer tudo sob a sua administração: montar sua empresa, colocar seus documentos em ordem, ter a certeza de estar seguro da sua decisão. A preparação é fundamental para o seu sucesso como freelancer.

Preparamos uma lista de tarefas para te ajudar na sua jornada:

1. Estabilidade financeira:

Largar um emprego em tempo integral para se tornar um freelancer em tempo integral pode ser caótico e até assustador – especialmente em questões financeiras. Sem uma lista sólida de clientes e contatos, você pode enfrentar um grande intervalo entre trabalhos e consequentemente menos dinheiro no fim do mês. Se tem uma dica que freelancers experientes compartilham, é ter um orçamento para o início da sua jornada. A estabilidade financeira no início da sua aventura é vital para que você possa aprender no início do processo. Pense nisso como um investimento inicial no seu negócio.

2. Quantidade e qualidade dos clientes:

Use o seu network pessoal para começar a promover os seus trabalhos freelancer antes de sair do seu emprego. Esse é o tipo de tarefa de baixo esforço que pode te gerar grandes benefícios. Ao invés de gastar semanas nutrindo e prospectando leads, comece a assumir atividades paralelas e se conectar com clientes potenciais enquanto mantém seu emprego em tempo integral. Nunca haverá um momento perfeito para abrir mão do seu emprego, mas planejar com antecedência é algo que pode fazer você se sentir confortável para tomar a decisão.

3. Nível das suas habilidades

Você possui algum treinamento, curso ou certificação que pode aumentar significativamente as suas chances de obter mais trabalhos freelancer? Tem alguma lacuna de habilidades que pode vir a se tornar um problema em alguns meses? Não deixe isso para mais tarde – use o seu tempo livre para ler, aprender e praticar. Inicie a sua nova empreitada com uma base forte de conhecimento.

4. Criação da empresa

Pense na estrutura jurídica do seu negócio. Você pretende trabalhar por conta própria, ou se tudo correr bem, contratar mais pessoas? É algo para descobrir antes de pedir a sua demissão – não gaste seu tempo valioso em tarefas administrativas. 

5. Programa de contabilidade

Manter o controle de suas finanças, monitorar as suas faturas e registrar as suas despesas é algo que você precisará fazer, independentemente da estrutura jurídica do seu negócio. E um software de contabilidade ajudará a conciliar essas tarefas de forma mais confortável. Além disso, manter os seus registros bem guardados e acessíveis de qualquer lugar, a qualquer momento, tornará a sua vida muito mais fácil.

6. Impostos

Faça um favor a si mesmo e abra uma conta separada. Dessa forma, sempre que você for pago por um projeto, você pode transferir uma determinada porcentagem desse valor para as economias de sua empresa e mantê-la segura até a hora de pagar o imposto de renda.

7. Seguro

Como em qualquer tipo de negócio, fazer um seguro autônomo é altamente recomendado. Quer você precise cobrar clientes inadimplentes ou ser pego em reivindicações de responsabilidade, uma boa cobertura de seguro pode te livrar de uma grande dor de cabeça.

8. Ferramentas necessárias

Você terá as ferramentas e softwares necessários para executar bem o seu trabalho? Leve em consideração que ser um trabalhador autônomo significa pagar por tudo. 

Então, quando você deve se tornar um freelancer? Você pode começar como freelancer enquanto estuda ou trabalha em tempo integral. Você pode começar a trabalhar como freelancer quando estiver viajando ou estiver procurando um novo emprego. E você pode trabalhar como freelancer sempre que se sentir pronto para largar o seu emprego atual e se esforçar para fazer o seu negócio crescer. Basta lembrar que se tornar um freelancer requer preparação, então não vá no escuro.

Samsung Note 10 Aplicativo Conta Digital Triboo

Abra a sua conta digital e aproveite todos os serviços de pagamentos que um freelancer precisa em um só lugar

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: